www.industria-portugal.com
Westermo Teleindustri AB

O Extensor de Rede Ethernet proporciona ligações de rede a alta velocidade na cablagem existente

Um dispositivo compacto e de fácil utilização para redes ferroviárias críticas e aplicações industriais

O Extensor de Rede Ethernet proporciona ligações de rede a alta velocidade na cablagem existente
A Westermo melhorou a sua série de extensores de rede Ethernet com o lançamento de um dispositivo compacto de alta velocidade capaz de satisfazer as crescentes exigências das empresas em termos de transferência de dados nas aplicações industriais. O DDW-142 é o mais recente membro da gama Wolverine que utiliza a tecnologia SHDSL para estabelecer uma ligação de alta velocidade entre as redes Ethernet e os cabos de cobre existentes. Esta opção pode representar uma considerável poupança nos custos de instalação de novos sistemas, ao contrário do que acontecia no passado em que a única solução possível era a fibra.

O DDW-142 é um dispositivo totalmente configurável com a funcionalidade switch Layer 2 que permite a criação de redes Ethernet eficazes a mais de 15 km de distância. A sua capacidade de transmissão de dados pode chegar facilmente a mais de 30,4 Mbits/s, tornando o dispositivo adequado para estabelecer ligações de rede complexas, incluindo muitos dispositivos que requerem a banda larga. Um switch de 100 Mbits e 2 portas integrado possibilita a conexão de dois dispositivos Ethernet e a porta RS-232 permite a incorporação de dispositivos legados na rede IP.

De modo a facilitar o trabalho de instalação e manutenção das redes cada vez mais complexas, o DDW-142 foi criado para ser extremamente fácil de configurar, sem que seja necessária qualquer configuração para as comunicações "point-to-point" simples. No caso de redes maiores, é fornecida uma interface web e uma CLI, que possibilita uma configuração ainda mais complexa. A gama Wolverine também é fornecida com um inovador cabo de cálculo à distância. Este cabo utiliza dados de aplicações reais para auxiliar os técnicos de instalação a calcular a velocidade e as distâncias que se podem alcançar através da utilização de vários tipos de cabos. Uma vez instalado, as funções de diagnóstico e gestão do SHDSL possibilitam a indicação da degradação da linha de modo a permitir uma manutenção planeada. No caso de ser necessário proceder a uma manutenção, as suas funções de cópia de segurança e restauração permitem uma transferência rápida das configurações por via de um cabo USB.

O DDW-142 foi criado para ser utilizado em ambientes extremos, redes ferroviárias e rodoviárias críticas ou aplicações úteis, nas quais a falha do dispositivo poderia resultar em custos significativos. A unidade altamente compacta e resistente consegue funcionar em temperaturas extremas (desde -40 a +70ºC) e onde os níveis de CEM e de vibração são muito elevados. A proteção galvânica geral e a proteção transitória da eletrónica contribui para um tempo médio previsto entre falhas (MTBF) de 437.000 horas, garantindo assim uma fiabilidade altamente operacional e uma vida útil prolongada.

O sistema operativo WeOs do Wolverine proporciona um extenso conjunto de normas de rede IP, permitindo a criação de redes flexíveis e resilientes. Desenvolvido para permitir uma plataforma transversal e soluções futuras, o WeOS apresenta um nível de segurança único que possibilita o DDW-142 de fazer parte de uma rede "point-to-point", linear ou de anéis resilientes. Na ocorrência de uma eventual falha de ligação ou de hardware, a exclusiva tecnologia FRNT da Westermo consegue reconfigurar uma rede extensa.

O DDW-142 é transparente para endereçamentos multicast, permite que a VPN (rede privada virtual) passe pelo protocolo de segurança da Internet (IPSec) e pode ser utilizado com protocolos como o Modbus/TCP e PROFINET E/S. O DDW-142 também apresenta a funcionalidade Link Fault Forward (LFF), na qual o estado da ligação Ethernet é enviada pela ligação SHDSL entre duas unidades.

  Peça mais informações…

LinkedIn
Pinterest

Junte-se aos mais de 15 mil seguidores do IMP